Sábado, 22 de Maio de 2010

“Por um mundo melhor!”

 

O Rock in Rio Lisboa já arrancou e os Jovens Repórteres para o Ambiente mais uma vez marcam presença, naquele que é considerado o maior evento do mundo!

 

Sendo o Rock in Rio (RIR), um festival em prol do Ambiente, decidimos investigar acerca das preocupações ambientais e sustentáveis inerentes ao evento.


Com três edições na bagagem, o Rock in Rio está de novo em grande na cidade de Lisboa e promete reduzir ainda mais a sua pegada carbónica. No entanto, o nosso trabalho traduz-se em várias entrevistas a algumas figuras públicas que encontramos dentro do evento, pois achamos que são, por vezes, vozes de incentivo para um mundo melhor!


Verificamos com bom grado, que o trabalho de separação de lixo em casas particulares é cada vez mais uma prática quotidiana. No entanto, Bárbara Norton de Matos (actriz) diz: “Recuso-me a separar o lixo e a fazer reciclagem em minha casa, pois o mesmo lixo é posteriormente junto nas centrais de recolha, ou então utilizado para o enriquecimento dos donos das lixeiras a conta da boa vontade das pessoas”. Apesar de considerarmos a intervenção mais negativa inerente às preocupações ambientais, consideramo-la também a mais interessante e reveladora de todas as nossas entrevistas. Isto porque acreditamos que o poder económico ainda se sobrepõe às medidas sustentáveis e ambientais. Porém, Bárbara confessa que sempre que sai de casa desliga todos os aparelhos domésticos e electrónicos a fim de cessar os consumos fantasmas.

 

Ricardo Castro (actor) fala-nos que um maior apoio camarário poderá ser importante para a motivação ambiental nas pessoas: “Muitas vezes sou obrigado a escoar o meu óleo de casa pelo lava-loiça na cozinha, pois não tenho próximo um oleão para o fazer.”


João Manzarra (apresentador-tv) confessa que o seu maior contributo para o ambiente é na poupança de consumos domésticos. Não obstante, diz-nos que é raro utilizar os transportes públicos e considera que ainda há um longo trabalho a fazer.

 

No Espaço Fashion falámos com alguns manequins aos quais perguntámos se a moda e ambiente são sinónimos. Tiago (Karacter) propõe “às grandes marcas que na produção das suas roupas utilizem materiais recicláveis, de modo a reduzir a utilização de materiais que poluem o ambiente no momento do seu fabrico”.

 



Rodolfo Medina (Vice-Presidente do Rock in Rio), confessa que “o público de edição para edição demonstra um comportamento mais ecológico e amigo do ambiente”, e compromete-se, em nome do Rock in Rio, fazer muito mais e melhor no futuro, por um mundo melhor. Rodolfo promete também ao público português futuras edições do Rock in Rio em Lisboa. Acreditamos que a mentalidade ambiental está cada vez mais presente, visto que a nível geral a maior parte dos visitantes afirmam fazer, no mínimo, consumos domésticos mais sustentáveis e a separação de lixo.

 

Por Cláudio Escaleira, Patrícia dos Santos, Ana Rita Ferrito (Grupo B)

publicado por jra às 13:29
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

.posts recentes

. Fotoreportagem Grupo F (3...

. Fotoreportagem Grupo E (3...

. Fotoreportagem Grupo D (3...

. Fotoreportagem Grupo F (2...

. Fotoreportagem Grupo E (2...

. Fotoreportagem Grupo D (2...

. JRA no Rock in Rio (Vídeo...

. JRA no Rock in Rio (29 de...

. JRA no Rock in Rio (Vídeo...

. JRA no Rock in Rio (Vídeo...

.arquivos

. Junho 2010

. Maio 2010

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds